Nascido em 22 de dezembro de 1901, em Sorgaçosa, Arganil, veio a falecer em 25 de dezembro de 1998, na cidade de Coimbra, onde estudou e foi ordenado sacerdote aos 24 anos de idade.

Na década de 30, sob a direção de Vergílio Correia, começou a trabalhar no Museu que dirigiu entre 1944 e 1951, embora nunca tenha sido oficialmente nomeado para o cargo de diretor.

O seu imenso saber e a enorme dedicação que votou ao registo e estudo das coleções ficaram para sempre patentes nos inventários do Museu, nos catálogos de ourivesaria, têxteis e cerâmica, nos mais de 300 títulos publicados abrangendo, além daqueles temas, a arquitetura e a escultura da Idade Média e da Renascença.