Jorge de Alarcão é natural de Coimbra onde nasceu em 1934. Licenciado em Ciências Históricas e Filosóficas, doutorado em Pré-História e Arqueologia, foi professor catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra em diversos ramos da Pré e Proto-História, da Arqueologia e da História Antiga.

A formação adquirida no Instituto de Arqueologia da Universidade de Londres, em 1960-62, aliada ao trabalho que desenvolveu em Conimbriga, orientaram-no para a arqueologia romana em Portugal como área de especialidade. Posteriormente, a sua investigação centrou-se na teoria da Arqueologia.

Entre 1967 e 1974 dirigiu o Museu Nacional de Machado de Castro, embora nunca tenha sido oficialmente nomeado para o cargo de diretor.